domingo, 1 de janeiro de 2017

A vida entreaberta...


E todas as vezes que tento fugir de você, me prendo mais e mais em sua teia, uma liberdade que não anseio ter, um tormento prazeroso que me atrai aos seus braços, que me faz estar em suas mãos, uma loucura delirante, algoz do meu prazer, das suas vontades, então, desisto de partir e deixo a porta entreaberta, a vida entreaberta...

Diana Lestan

2 comentários:

  1. "A vida entreaberta" ao amor. Uma beleza, o texto...
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga Graça, prazer enorme tê-la aqui no meu cantinho, obrigada pelo carinho, vindo de você, essa sensível e linda poetisa, é um imenso elogio, beijos.

      Excluir