quinta-feira, 30 de junho de 2016

Destino...



Estamos presos a um destino, a um caminho e por mais que tentemos atalhos, a estrada sempre dá um jeito de nos colocar novamente fora do desvio. Serão os acasos, as coincidências e discrepâncias, anomalias do caminho ou tudo acontece como deve acontecer?

Somos marionetes na mão do destino e no auge de nossa ignorância, pensamos controlar tudo, quando é exatamente o contrário, é ele que nos tem nas mãos.

Diana Lestan

Nenhum comentário:

Postar um comentário