terça-feira, 3 de maio de 2016

Respiro um corpo


Respiro um corpo,
um rosto,
uma voz que cala em mim.
Respiro essa parte
intacta,
cheia de medos,
pintada,
criada,
recriada,
inúmeras vezes
despedaçada,
rasgada,
apagada,
escondida
por mim,
presa
em mim.

Diana Lestan

Nenhum comentário:

Postar um comentário